O TRIPÉ DA SUSTENTABILIDADE

 

   ♻Gestor Qualidade, Produtividade e Sustentabilidade♻

Sustentabilidade é um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Sustentabilidade é a palavra do momento. Está em todo lugar. Na mídia, nas escolas e universidades, no governo, nas promessas políticas, enfim, na sociedade de forma geral. Mas o foco total está nas empresas, pois são elas uma das maiores responsáveis pelas alterações no meio ambiente e por consequência, pelo desequilíbrio ambiental.

Como resultado de ações errôneas, temos enchentes, desbarrancamentos, o tão debatido aquecimento global, chuvas ácidas, diversas contaminações, entre outras muitas catástrofes. O desafio da sustentabilidade é justamente fazer com que tenhamos um crescimento urbano, afinal de contas ninguém quer voltar à idade da pedra, o objetivo não é esse, mas que este crescimento seja feito de forma correta, sem que tenhamos que sacrificar os recursos naturais (água, flora, fauna, etc).

A sustentabilidade é formada por um tripé, logicamente seguido de três conceitos básicos, onde cada um desses aspectos deverá estar estritamente ligado e de forma bem definida.

São eles: O AMBIENTAL, O SOCIAL E O ECONÔMICO. O Meio Ambiente equilibrado, mais do que um conceito é Lei, mantê-lo conservado é obrigação de todos, inclusive e/ou “com certeza” das empresas.

**AMBIENTAL
Tratamento dos efluentes e resíduos gerados, controle de emissão de gases poluentes, entre outros, são ações necessárias e obrigatórias para qualquer empresa. Agora, uma empresa que deixa de fazer o que somente é exigido (Empresa Reativa) e vai além, buscando novas ideias, contribui de forma significativa com a sustentabilidade. Programas que visam à preservação da flora e fauna, educação ambiental, construção de prédios ecologicamente corretos e despoluição de rios, são exemplos de ações que superam os exigidos e contribuem significativamente com o meio ambiente.
– Redução das emissões de gases nocivos, de efluentes líquidos e de resíduos sólidos;
– Tratamento de efluentes líquidos e de resíduos sólidos;
– Consumo consciente dos recursos água, energia elétrica e matéria prima;
– Conformidade com a legislação e as normas ambientais e adequação a ISO 14001 – Gestão Ambiental;
– Exigência de um posicionamento sócio-ambiental dos fornecedores;
– Uso otimizado e racional dos materiais e recursos utilizados em todos os processos organizacionais da empresa;
– Programas de reciclagem e preservação do meio ambiente;
– Utilização de tecnologias limpas;
– Produtos ecologicamente corretos;
– Eliminação e redução dos impactos ambientais.

**SOCIAL
A empresa que visa ser sustentável se preocupa com o Social, seja da comunidade ao seu entorno, seja com os seus colaboradores. Como por exemplo, ações que promovam a educação escolar tanto do profissional, quanto da família deste e ainda da comunidade de abrangência da empresa, programas de educação ambiental e responsabilidade social, incentivo ao esporte, ações que promovam a saúde e o bem estar, bem como, capacitação profissional (o que influência também nos aspectos de segurança no trabalho, já que um profissional instruído é menos suscetível a erros).
– Desenvolvimento da comunidade e sociedade;
– Segurança do trabalhador e saúde ocupacional e adequação as NR(s) Normas Regulamentadoras – Segurança e Saúde do trabalho http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nrs.htm e OHSAS 18001 – Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional;
– Responsabilidade social ou seja, adoção de posturas, comportamentos e ações que promovam o bem-estar dos seus públicos interno e externo e adequação a ISO 26000 – Diretrizes sobre Responsabilidade Social. http://www.responsabilidadesocial.com/o-que-e-responsabilidade-social/
– Treinamento e qualificação da mão de obra;
– Cumprimento das práticas trabalhistas;
– Seguridade dos direitos humanos;
– Diversidade cultural;
– Combate a corrupção, escravidão, trabalho infantil, discriminação e assédio moral e sexual no ambiente de trabalho;
– Promoção e participação em projetos sociais.

  • **ECONÔMICO
    O econômico também entra como um fator chave, já que ele é quem move a sociedade, em uma empresa não é diferente, é ele que irá barrar ou liberar investimentos nos dois aspectos já tratados anteriormente. Agora, se esta organização busca a sustentabilidade, ela irá investir em maquinários novos, o que inicialmente desprende de investimentos, mas retorna como economia, devido ao menor consumo de energia elétrica, por exemplo. A mesma empresa também irá investir em novas tecnologias para tratamentos de seus resíduos e em formas de se reutilizar o que sobra da sua produção e até a água, desde que não seja para o consumo.
    – Melhoria da qualidade de produtos e serviços, aumento da produtividade, eliminação de desperdícios, redução de custos e adequação a ISO 9001 – Gestão da Qualidade. https://www.linkedin.com/today/author/0_3TG7dd8Y-w4r5wYTbPQlCg?trk=prof-sm e https://www.facebook.com/GestaoModerna e http://www.youtube.com/user/edsonmiranda100 ;
    – Maior lucratividade;
    – Inovação e investimento em tecnologia;
    – Aumento das exportações;
    – Aumento das satisfações dos acionistas, clientes, colaboradores, fornecedores e sociedade em geral.

– Vídeo Sustentabilidade assunto de Organizações e Profissionais Modernos e de Visão https://www.youtube.com/watch?v=pxQaNZJzZTc   

– Vídeo Práticas Sustentáveis nas Organizações Modernas https://www.youtube.com/watch?v=xq0yfofks7I&list=UUX81AOLIu3llnxP6pS0PS1g&index=23  

– Banco de Práticas, Idéias e Soluções pró-sustentabilidade   http://benchmarkingbrasil.com.br/benchmais-bbpg/  

– Grupo Energia Limpa Renovável e Sustentabilidade Já https://www.facebook.com/groups/futuro.da.energia/

“O Brasil precisa urgente investir pesado em sustentabilidade e diversificar a matriz energética brasileira, e a combinação de Hidrelétricas já existentes + Eólica + Solar Fotovoltaica + Aquecedor Solar + Biomassa + Energia das correntezas, marés e ondas do mar + Smart grid “rede elétrica inteligente” + Eficiência Energética + Conservação de Energia = Solução para a crise energética do Brasil, ajuda ao meio ambiente, crescimento sustentável e geração de empregos.”

Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/o-trip%C3%A9-da-sustentabilidade-edson-miranda-da-silva-1?trk=v-feed&lipi=urn%3Ali%3Apage%3Ad_flagship3_feed%3B7obMA7J6AS1AtC3F4aIvFQ%3D%3D

Esta entrada foi publicada em * Sustentabilidade e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *